sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

SABOR DE INFANCIA...

                            saborinfancia

Ontem assistindo a um canal de TV, vi uma cena que me fez pensar e voltar aos tempos de criança, o personagem comia um pedaço de bolo de laranja feito por sua mãe e comentou que aquele bolo tinha sabor de infância.

Num estalo me veio em mente os cheiros e sabores da minha infância e resolvi deixá-los aqui registrados:

Pipoca de cinema - não exatamente de cinema, mas aquelas vendidas por pipoqueiros de rua. Lembro-me do cheiro e do sabor, apesar de na época ser bem pequenina. Minha mãe conta que quando passeávamos e "euzinha" achava um pipoqueiro na rua ficava pulando feito uma pipoca na frente da pipoqueira até comprarem um pacotinho.

Bolinho de Chuva - inesquecível e para sempre é o sabor do bolinho que meu avô fazia, além de deliciosos ficavam achatadinhos ao invés do tradicional bolinha que todo mundo faz.

Bolo caseiro - ninguém até hoje fez bolo como minha madrinha fazia. Chegava a sua casa e sabia que era dia de bolo. Ela por sua vez já separava tudo e batia a massa e colocava para assar, aquele cheirinho e sabor - até hoje dá água na boca de lembrar.

Sanduíche de Sardinha - exatamente, é essa mesmo que você está pensando, os aniversários dos amiguinhos eram imbatíveis com os sanduíches de pão pullman com patê de sardinha, cortados em quatro formando pequenos quadrados, é o famoso sabor de infância. (com Tubaína porque na época não podíamos comprar guaraná para tanta criança - Uhnnnn bom muito bom).

Bolo com recheio de goiabada - era outro item que não faltava nas festinhas. Como ninguém tinha condições para contratar uma empresa para organizar uma festa infantil, as próprias mamães faziam as guloseimas.

E por fim outros cheiros:

Cheiro de VINIL das bonecas que ganhava no dia de Nata. Naquela época não se dava presentes a torto e a direito para as crianças, por hábito e por falta de condições, então quando a empresa que meu pai trabalhava entregava os presentes de Natal, ficavam guardados e escondidos até a noite de Natal. E o cheirinho de brinquedo novo - AHHHHH era bom demais.

Cheiro de chuva, dizem que chuva não tem cheiro, mas vem com o ar uma fragrância "da chuva falando que está por perto".

Cheiro de terra molhada.

Cheiro da colônia pós-barba do papai.

Cheiro do pó facial da mamãe.

Por hoje é só esse devaneio. Super beijos e um lindo final de semana para todos.

Carol

9 comentários:

  1. Poxa...são tempos que nao voltam mais..
    eu ainda tenho muito o que viver para lembrar-me depois, mas ate agora ja tenho muitas recordações ótimas de alguns anos atras..
    adorei seu post..ótimo fds Beijos Bia

    ResponderExcluir
  2. Alexandre Godoi01 março, 2008 17:29

    Essa foi uma bela sacada e até valeria ser tema de um meme: "Seus cheiros e sabores da infância". Fica ai a dica. Todos são muito bons e passamos por tudo isso e eu ainda lembro muito de dois outros:
    - cheiro da brilhantina do pai, sempre da mesma marca;
    - cheiro do leite de rosas da mãe, que eu virava e caiu tudo porque não tinha regulador na tampa.
    E sobre comida, cheiro de algodão doce, que era a única coisa legal que o pai podia comprar prá nós 5 de filhos. Era mesmo uma festa em tanto. Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Quem disse que viagem no tempo não existe??
    lembrar de nossa infância e das memórias olfativas que faziam parte dela é a prova de que existem sim...
    Maninha, vc só esqueceu do cheiro daquela pizza que as vezes o papai comprava, (as vezes pq naquela época não existiam tantas pizzarias e eram caras),e que enchia o carro e a casa, fazendo uma festa.

    Cassia

    ResponderExcluir
  4. Olá carou que tal fazermos um grupo para faser tipo um luto pelo fim do leia-me?

    ResponderExcluir
  5. Oi Bia,
    Todos nós independentemente da idade guardamos lembranças de cheiros e sabores. Tenha certeza que ao longo da vida serão muitos outros. Bjos e obrigada por sua visita.

    Olá Alê,
    Qta honra - tê-lo como leitor aqui no meu blog. Meu querido, um meme eu não lançaria não porque acho que muito meme "atormenta".
    Qto aos cheiros e sabores, na nossa época as coisas eram bem mais dificeis, mas será sempre muito bom lembrar do cheirinho do papai e da mamãe, e daquilo que eles compravam com tanto sacrificio para nos agradar. Beijo enorme.

    ResponderExcluir
  6. Milagres acontecem, minha irmãzinha me visitando e DEIXANDO COMENTÁRIO, depois de tanto eu falar que ela não escrevia nada aqui (rs).
    É verdade Cássia, faltou a pizza do Bruno, e era uma maravilha em cheiro e sabor, não sobravam nem farelinhos (rs) porque não eramos bobinhas de deixar pro gato do vizinho. Emocionei sabia. Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Isaque, Isaque,
    Fico triste por ver falar assim de um assunto tão sério, sabia?
    Independente de qualquer coisa que digam em qualquer blog, ou de provas ou não, o Carlos nos ajudou no que pode, e teve uma paciência de JÓ conosco.
    Merece todo nosso respeito principalmente pela amizade que demonstrou.
    A vida é muito mais complexa do que parece ser, e vamos aprendendo isto com o passar dos anos.
    E passamos a dar o devido valor AS PESSOAS e não a simplesmente coisas.
    Aniversários nos servem não só para ganharmos presentes, mas para olharmos para trás e vermos que a vida nos ofertou chances de termos experiencias e nos trouxe pessoas fantásticas para ser nossos amigos, independente de quantos anos tenham de diferença entre um e outro.
    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Carol, vivo por uma fase interessante, me mudei para outro estado e praticamente para uma outra cultura, logo, sinto essa saudade do "sabor da infância" diariamente, e é algo um tanto quanto triste, mas faz parte da vida..

    Felizmente sao só 800km pra matar essa saudade.. bjos

    ResponderExcluir
  9. Oi diapasão...
    Obrigada por sua visita, essa saudade do "sabor de infância" é algo que soa triste aos nossos corações, mas se você olhar que é algo que nos faz reviver momentos de alegria de um tempo que não volta mais vemos que é uma saudade de coisas boas. E tudo bem que 800km não é um "pulinho" mas pra matar essa saudade será sempre muiiito pertinho. Beijo no coração.

    ResponderExcluir

Caro leitor:
Meus sinceros agradecimentos por sua atenção em comentar esta postagem.
Sua opinião será sempre muito importante para o desenvolvimento do blog e crescimento pessoal.
Beijokas